sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

A NOSSA CLASSE POLÍTICA É, RESSALVADAS AS POUCAS EXCEÇÕES, A MAIS SÓRDIDA, RASTEIRA E REPULSIVA DO MUNDO.

Barão da Mata

sábado, 17 de dezembro de 2016

ENTENDA POR QUE OS MILITARES NÃO INTERVIRÃO NESTE CENÁRIO DE PERVERSO CAOS

Para os que sonham com a intervenção militar, é melhor deixar os devaneios de lado. Confesso que eu próprio, que sempre reneguei a presença das forças armadas no governo, hoje também torço pra que elas intervenham. Jamais me imaginei dizendo isto. Mas desejo por uma questão de pragmatismo: lembro que a ditadura militar de 1964 a 1985 foi assassina e medonha, e um novo regime militar pode ser igual a ela: pode, mas não é certo, enquanto o sistema atual é também medonho, matando por outros métodos, que são a fome, a falta de acesso à saúde e às medicações de valor vultoso, que até ontem o sistema público financiava com a imposição de liminares, enquanto hoje, com a PEC da morte, nem as liminares serão mais concedidas. Ou seja, a ditadura matou de um jeito, o sistema atual mata de outro, e em ambos não há democracia nem Estado de Direito. Contudo, uma intervenção das três forças poderia propiciar regras jurídicas claras, leis, autoritárias ou não, bem definidas, enquanto o que há hoje é um verdadeiro oba-oba, com Michel Temer e Renan Calheiros conduzindo a Nação da forma como bem querem, e o STF e o Congresso curvando-se aos desmandos e caprichos dos dois, rasgada a Constituição, o CPC e tudo quanto é legislação: a lei se cria ou interpreta de jeito torto no momento em que é necessários beneficiar os dois e os seus apoiadores. O que se investiga de Cunha, não se investiga de Renan, o que se aceita contra Lula, não se aceita contra Renan e Temer, e só é punido quem já está fora do poder. Não peço nem pediria jamais a impunidade de Lula ou Cunha em caso de culpa comprovada, só quero que os que detêm o poder também sejam investigados e, se culpados, punidos.
Agora, porém, voltando à minha tese de que os militares não vão intervir em nenhuma hipótese no atual contexto, é fácil elucidá-la. Em 1964, o golpe militar não se deu em nome da ordem, da justiça e do equilíbrio das instituições, mas unicamente porque os grandes empresários e banqueiros, os ricos em geral, sentiram-se ameaçados pelos ímpetos socialistas de João Goulart, enquanto no cenário atual as grandes fortunas estão, mais do que muito bem protegidas, extremamente favorecidas e privilegiadas pelo atual governo e sistema. Consequentemente, os militares, poupados das reformas previdenciária e trabalhista, além de por isto tornarem-se grandes aliados do governo, não veem por que interferir quando o poder econômico está incólume e a salvo de qualquer ameaça.
Se a atual estrutura de poder recebeu a incumbência de aniquilar os cidadãos para tornar os ricos ainda mais ricos, dando-lhes a posse do espólio remanescente de decênios de corrupção generalizada, dentro de um oportunismo torpe e repulsivo, tem esta estrutura pleno respaldo dos quartéis e das polícias, tal como no tempo da ditadura. Pois, se o mundo gira em torno da fortuna e sua força, imagine os militares. Assim, em conclusão, eles, os militares, jamais intervirão, a não ser que sejam convocados por um ou mais dos três poderes para nos prender e/ou reprimir violentamente.

Barão da Mata







segunda-feira, 7 de novembro de 2016

MAS CUNHA NÃO ABRE O BICO NEM QUE A VACA TUSSA!

Cunha não vai abrir o bico porque vai ser muito bem recompensado, já que é mister que Temer aprove as malditas e famigeradas reformas, e a delação do político preso poria por água abaixo todos os planos malditos do presidente e seus aliados, que vão fazer do Brasil uma espécie de propriedade privada dos políticos, grandes empresários e banqueiros daqui e dos países estrangeiros. A demanda por mão-de-obra quase gratuita é um clamor veemente dos ocupantes da política, que atuam unicamente em prol dos donos de grandes empresas e bancos, tanto do Brasil quanto do mundo. E tudo precisa ser aprovado de forma meteórica, porque não se pode permitir que a sociedade caia em si e note que a Globo e toda a mídia estão mentindo em apoiar as mudanças cruéis que toda essa gente almeja(e vai) aprovar. Eles querem também as verbas públicas para eles, através de empréstimos, incentivos fiscais, investimentos governamentais, obras de interesse eleitoreiro, negociatas milionárias, e o fim da aposentadoria fará sobrar muita verba para tudo o que pretendem. Entende-se então por que tamanha pressa: vai que alguma coisa aconteça e faça desmoronar a base política do mandatário, composta por inúmeros políticos alvos da Operação Lava-Jato. Por isto é preciso pressa, trabalho intensificado, incansável, para prevenir que possíveis contratempos estraguem essa verdadeira conspiração contra o País e as classes trabalhadoras. De Cunha eles garantem o silêncio, vão saber paparicá-lo numa generosidade que jamais se viu no mundo. E generosidade de muitos: imagine quantos estão prontos a agraciá-lo com agrados imensuráveis, de fazê-lo rir de orelha a orelha o tempo todo. Mas o problema é que de repente pode surgir um maluco que fale mais do que eles esperem, causando-lhes um estonteante efeito surpresa. Se alguém falar depois das reformas, é só os comprometidos assumirem o desgaste, serem investigados, pegarem prisão domiciliar, mas com as burras lotadas de dinheiro desviado de outros contratos milionários. Vão rir à toa, assim com Cunha, e todos vão saborear as mais encantadas sublimidades de um dulcíssimo mar de fortuna e de impunidade.

Barão da Mata
www.pensadoresdebirosca.blogspot.com.br

MAS CUNHA NÃO ABRE O BICO NEM QUE A VACA TUSSA!

Cunha não vai abrir o bico porque vai ser muito bem recompensado, já que é mister que Temer aprove as malditas e famigeradas reformas, e a delação do político preso poria por água abaixo todos os planos malditos do presidente e seus aliados, que vão fazer do Brasil uma espécie de propriedade privada dos políticos, grandes empresários e banqueiros daqui e dos países estrangeiros. A demanda por mão-de-obra quase gratuita é um clamor veemente dos ocupantes da política, que atuam unicamente em prol dos donos de grandes empresas e bancos, tanto do Brasil quanto do mundo. E tudo precisa ser aprovado de forma meteórica, porque não se pode permitir que a sociedade caia em si e note que a Globo e toda a mídia estão mentindo em apoiar as mudanças cruéis que toda essa gente almeja(e vai) aprovar. Eles querem também as verbas públicas para eles, através de empréstimos, incentivos fiscais, investimentos governamentais, obras de interesse eleitoreiro, negociatas milionárias, e o fim da aposentadoria fará sobrar muita verba para tudo o que pretendem. Entende-se então por que tamanha pressa: vai que alguma coisa aconteça e faça desmoronar a base política do mandatário, composta por inúmeros políticos alvos da Operação Lava-Jato. Por isto é preciso pressa, trabalho intensificado, incansável, para prevenir que possíveis contratempos estraguem essa verdadeira conspiração contra o País e as classes trabalhadoras. De Cunha eles garantem o silêncio, vão saber paparicá-lo numa generosidade que jamais se viu no mundo. E generosidade de muitos: imagine quantos estão prontos a agraciá-lo com agrados imensuráveis, de fazê-lo rir de orelha a orelha o tempo todo. Mas o problema é que de repente pode surgir um maluco que fale mais do que eles esperem, causando-lhes um estonteante efeito surpresa. Se alguém falar depois das reformas, é só os comprometidos assumirem o desgaste, serem investigados, pegarem prisão domiciliar, mas com as burras lotadas de dinheiro desviado de outros contratos milionários. Vão rir à toa, assim com Cunha, e todos vão saborear as mais encantadas sublimidades de um dulcíssimo mar de fortuna e de impunidade.

Barão da Mata
www.pensadoresdebirosca.blogspot.com.br

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

A VITÓRIA DO BME (IH! ERRO DE DIGITAÇÃO!)

Antes de vencer a eleição à Prefeitura do Município do Rio de Janeiro, o santo Marcelo Crivella declarou que sonhava com o dia em que o país tivesse um evangélico na Presidência da República.  Agora, após a vitória do abençoado homem, me pergunto: quem seria, nos seus sonhos, o ocupante do emprego mais importante de Nosso País?  Ele mesmo?  O não menos abençoado e iluminado mestre Edir Macedo, o mais elevado servo de Deus, agora uma espécie de espírito santo a inspirar seu pequeno príncipe (isto me cheira a Antoine de Saint-Exupéry), operador de tantos e inumeráveis milagres, de cuja angelicalidade só mesmo o mais infame dos incrédulos poderia duvidar?  Não, amados amigos, não importa o nome: importa que mãos evangélicas conduzam no futuro a nossa tão feliz e próspera Nação.
Todavia, queridos, enquanto isto não acontece, como há de se portar o Rio?  Acaso a partir da posse de Crivella não mais será um município laico? Serão todos os rebeldes convertidos pelos mensageiros do Mais Alto Pai a porradas, assim como os cananeus tiveram de receber Moysés e seus seguidores, assim como Jericó teve suas muralhas derrubadas por Josué? Porém há a Constituição Federal, que diz que o Estado brasileiro não é teocrático apesar de promulgada "com a graça de Deus"... Mas o que interessam porradas e uma constituição, quando as intenções são as mais elevadas como as dos benditos homens do Senhor que são os  pastores e obreiros da Igreja Universal, a mais miraculosa entre todas as casas do Pai Eterno?   Constituição tantas vezes rasgada pode sê-la mais uma vez, só que agora por uma causa nobre e maravilhosa, não, amados irmãos?




Sorri, criaturas de Deus, e comemorai a vitória de Crivella, aliado de Antony Garotinho, Temer, Edir Macedo e outros tantos iluminados de altíssima bondade, compaixão e retidão, que nada, nada querem, ainda que com o sacrifício das próprias vidas, senão erguer Esta Nação  à condição de mais sublime paraíso de todo o Universo!  Vereis, irmãos, que até a Suécia irá no futuro se contorcer de inveja de tão paradisíaca e tão magnífica terra que será o Brasil!  Sorri, irmãos, e dizei: graças a Deus que temos homens da grandeza e santidade de Crivella, Temer, Garotinho, Aécio Neves, Renan Calheiros, Romero Jucá,  Henrique Meirelles, Eliseu Padilha e tantos outros veneráveis seres humanos que vão fazer destas terras continentais o grande céu sonhado e almejado por todos evangélicos devotados ao Pai Maior!  Amém!

Barão da Mata

sábado, 8 de outubro de 2016

FIZERAM DO BRASIL UM PURGATÓRIO

Sempre gostei de praticar exercícios de irreverência, pelo simples motivo de não crer   em nada: no poder público, nos políticos, na falsa moral pequeno-burguesa, na Bíblia, no catolicismo, no protestantismo, etc, etc... e isto já me valeu algumas antipatias.  Há muitos anos, quando eu era jovem, estava numa roda de conversa com mais três pessoas e disse que quem peca, não vai pro Inferno,  reencarna no Brasil.  Fiquei subitamente sozinho: os três da roda se afastaram na hora.  Não dei a mínima, é lógico,  mas hoje esta frase faz mais sentido do que nunca, porque o Brasil é realmente um grande inferno, onde as classes trabalhadoras não têm nenhum direito, não podem mais se aposentar, o ministro da Fazenda diz debochadamente que o seu pai aposentou-se aos 92 anos e nós, que trabalhamos, deveríamos seguir o exemplo do velho, como se o genitor fosse algum estivador e nós pudéssemos ter uma expectativa de vida tão alta.  Foi um acinte e uma grande zombaria, um deboche barato de porta de birosca de vagabundos.  Aqui quem trabalha não tem direito adquirido nunca, e o Judiciário  sempre endossa o instituto da "expectativa de direito", artifício criado pelos governos para que o Estado não cumpra sua parte nos pactos selados implícita ou explicitamente com a sociedade.  
O país foi tomado de assalto por uma quantidade significativa de aliados e correligionários dos governos do PT, mas só uma parte da quadrilha está  no banco dos réus.  Degolaram alguns para que o povo achasse que não houve impunidade, justamente para que  a outra fatia ficasse incólume e intocada, circulando com seus sorrisos debochados e asquerosos nas esferas do poder.  Para completar, o crime organizado marcou notória presença nas eleições municipais deste ano.  Isto indicaria que em 2018  faremos muitos governadores  e congressistas financiados pelas organizações criminosas e teremos consequentemente uma larga bancada do crime, além de um Estado predominantemente delinquente?  Aqui nesta terra do Velho Oeste,  as coisas são assim: o Estado, por preguiça e uma série de outros motivos,  não tem vontade política de empreender um  combate ao crime efetivamente sério.
Agora, após o PT instaurar o caos no país, vêm os oportunistas do PMDB, DEM, PSDB, outros e valem-se da situação crítica para adequar a nação aos seus interesses e aos dos grupos que representam, dando um verdadeiro "show" de crueldade como jamais visto.  E ainda vêm os lulopetistas dizer que  no tempo do seu partido as coisas eram melhores, como se Temer não fosse fruto do PT e sua simbiose com o PMDB.  E ainda há quem diga que Lula era o "pai dos pobres".  Se Lula é um "pai ", eu prefiro a orfandade.
Enquanto tudo isto acontece, uma camada considerável da população professa: " Aí, mano, nós elege um prefeito, que é pai municipal, um governador, que é pai estadual, e um presidente, que é pai nacional, e aí nós pode cair no funk, no pagode e respirar futebol, que os pai faz  e dá tudo pra nós.  É isso aí, galera! Muita zoação e muito barulho pra sacudir  a paz dos alemão que num gosta das barulhada da gente!" 
O Brasil é violento, caótico, aético e caminha em passos largos para o quinto mundo, onde a casta privilegiada tornar-se-á ainda mais privlegiada, enquanto a maioria esmagadora da população não tem e não terá saúde, educação, segurança, habitação, alimentação, emprego, e as rerformas da previdência e trabalhistas irão reinstaurar a escravidão por aqui. Por tudo isto, digam.  Analisados todos estes pontos, respondam-me: o Brasil é ou não é um grande purgatório? Quem peca, reencarna ou não reencarna no Brasil?

Barão da Mata

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

BARÃO DA MATA PRA VEREADOR

Votem em mim para vereador, e eu  prometo derrubar a reforma trabalhista e da previdência no Congresso, punição para os corruptos da Lava-Jato, aumento substancial do salário mínimo,  a derrota de Donald Trump nos E.U.A.  e o fim do terrorismo internacional. Para vereador, 000171, Barão da Mata(!), tão verdadeiro como este nome!Barão da Mata

sábado, 3 de setembro de 2016

Temer está determinado a colocar as classes trabalhadoras nos trilhos ... e mandar o trem passar em cima.

Barão da Mata

terça-feira, 19 de julho de 2016

REATAMENTO

- Não imagina o quanto tô feliz por nós termos voltado um pro outro...
- Eu também! Sem você eu me sentia uma mulher não-realizada emocionalmente...
- Que bom, meu amor...!
- Eu que o diga.
- Tive medo de não voltarmos... porque nossa discussão foi tão acirrada...
- Eu também.
Alguns segundos de silêncio, ele indaga:
- Você teve alguém nos nossos quinze dias de separação?
- Claro que não!
Ela para um pouco, torna:
- Não posso dizer que ir prá cama com o Paulinho foi ter alguém...
- O quê??????!!!!!!!!!!!  Você foi prá cama com o Paulinho????!!!!
-  Ah... Não foi bem ir prá cama...
- Como assim?????
- Aconteceu num banco de praça.
- Você fez isso, Luzia????!!!!!!!
- Que é isso?! Aquilo com o Paulinho nem foi fazer amor. Pelo menos  nem considerei fazer amor.  Foi apenas uma brincadeira, uma besteira que pra mim não quis dizer nada.  você sabe que acho ele um bundão!
- Fiquei arrasado, Luzia!!!!
- Besteira sua! Você perguntou se tive alguém, e não vejo o Paulinho como ninguém!
- Não sei o que dizer de tão indignado...
- Ora, nem levei em conta!  Aquilo não foi fazer amor.  Assim como não me disse nada o sexo grupal que fiz dois dias depois...
- Luziaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...  Você participou de suruba, Luziaaaaa?????????!!!!!!!!!!
- Suruba?! Olha só como você fala?  Você é chulo, vulgar, obsceno.  Por isso vivemos brigando.  Assim não podemos mesmo dar certo
- Mas você faz uma suruba e acha que tá tudo bem? ??!!!
- Veja só, olhe pra si mesmo e veja com que desrespeito você trata uma mera brincadeira sem consequências.  Ali ninguém era de ninguém, portanto não tive ninguém  durante a nossa separação.  Foi tão pouco importante pra mim como a transa dom o Zezinho dentro do carro, as coisas que fiz com o Werneck na cachoeria e a ida ao motel com o Fabiano...
- Não!!!!! Não!!!!! Não!!!!! Mil vezes não!!!! Para de me torturar!!!!!!
- Não tô torturando, meu bem. Só quero que entenda que pra mim nada daquilo valeu, assim como a transa com com a Selminha, que foi como uma brincadeira de criança e nada mais.
- Não, não, não!!!!!!!!!! Até com mulher você se envolveu????!!!! É demais, é demais...!!!!
- Mas, amor, tudo aquilo não foi nada pra mim!  Por favor, entenda... Nada foi importante!  Por isto sustento que não tive ninguém. 
- Luzia, vê só como choro!!!!
- Ah, é? Pois me diga então? E você? Por acado ficou puro e casto em sua casa? Ficou rezando todo esse tempo?
- Posso dizer que sim, Luzia, se neste período só contratei pro meu domicíllio cinco garotas de programa.  Foram casos meramente comerciais, sem nenhuma importância, como nenhuma importância teve minha orgia com duas mulheres embaixo do chuveiro da casa do meu pai.  Do mesmo modo não levo em  consideração aquilo de transar com  uma única mulher junto com o Fred, o Régis, o Antônio, o Gregório, o Sérgio e o Amadeu.
- Raul - levou ela a mão à boca -, você é um devasso!!!!!!!  Como pude me dar de corpo e alma a um homem como você?!
Ambos arrebentam  a chorar, dão-se as costas enquanto murmuram e gritam acusações.  Após alguns minutos, viram-se, olham-se nos rostos...
- Raul?
- Diga!
- Da próxima vez que você juntar amigos pra transar com uma só, deixa eu ser essa uma?
- E da próxima vez que você fizer sexo grupal, você me deixa participar?
Ambos concordaram, sorriram... e beijaram-se longamente como se não houvera amanhã.

Barão da Mata



quinta-feira, 14 de julho de 2016

O menos ruim é ruim também e só irá lhe fazer mal.  Se acha todos ruins, vote nulo.

Barão da Mata

BRASIL CRISTÃO

Não é a primeira vez que digo, mas muito me impressiona o fato de que a cada dia mais e mais pessoas se voltam para Jesus.  Quando acrescentarem a isto um pouco de bondade e caráter, o Brasil vai  ter uma sociedade invejável.

Barão da Mata

PELA LIBERDADE RELIGIOSA E DE NÃO CRER

Numa roda de conversas, na sexta-feira passada,  fui não ofendido, mas desqualificado por ter declarado que não creio em Deus.  Um professor disse que já elaborou diversas teses, com base em várias seitas, religiões e filosofias, que praticamente "provam" a existência de Deus. Puxa! O maior sábio de todos os tempos! Tem respostas a todas as indagações da humanidade. Será que tenho de no mínimo me formar em teologia para conceber minha descrença em Deus? Quando falei de uma filosofia espírita chamada "Racionalismo Cristão", que vê Jesus não como profeta ou santo, mas um filósofo a ser seguido, filosofia esta que crê em evolução espiritual , em planos astrais inferior e superior, mas,  NÃO CONTRADITORIAMENTE, deixa de de acreditar num comandante supremo do Universo... Quando falei desta filosofia, ele me disse que é impossível uma instituição espiritualista ser cristã e ao mesmo tempo racionalista:  prega a fé cega? A mesma que levou ao hitlerismo,  ao lulopetismo, ao stalinismo, etc...?  Afinal de contas,  somos ou  não somos um Estado laico?   O Brasil é teocrático?  Ateísmo é profissão de maucaratismo e crureldade? Sei que é literalmente não crer em Deus, mas não necessariamente materialismo absoluto.  No meu caso específico, apesar de eu ter  conhecimento de inumeráveis fenômenos, acho bastante questionável, mas em alguma análise até possível a sobrevivência de algo racional à morte do corpo.  Mas isto meu  fica muito longe de religão ou doutrina.  Entretanto volto à pergunta: somos um Estado religioso?  Qual a nossa religião oficial? O catolicismo ou o protestantismo batista, metodista ou o do Edyr Macedo, Valdemiro, Malafaia e companhia?
O Brasil é a capital mundial não só da pilantragem, mas também da hipocrisia: duvido muito de que essas pessoas creiam em Deus cegamente como dizem crer: é que, pelo sim, pelo não, pisam firme dizendo que creem numa tentativa de não serem castigadas por descrença ou dúvida: vai que Deus existe e resolva jogar sobre os incrédulos e hesitantes  sua ira... Pois é: dizer que crê, para eles, livra-os que qualquer hipotética punição. 
Contudo, é muito bom que parem de ver um ateu como um demônio ou um jupiteriano com a caixa de Pandora debaixo do braço.   Porque corremos o risco de ser agredidos como foram os candomblecistas atacados por perversos e perigosíssimos fundamentalistas evangélicos.  Por isto, meu grito é de VIVA A LIBERDADE RELIGIOSA E A LIBERDADE DE NÃO CRER!!! 

Barão da Mata

ELEIÇÃO NÃO É BRINCADEIRA

Adolf Hitler, Josef Stalin, Harry Truman, Nero: qual dentre estes é o menos ruim? Por quem deles você gostaria de ser assassinado?  Prefere a guilhotina de Luiz XVI ou de Robespierre? Do mesmo modo, em que políticos que acha maus votaria para ajudá-los a fazer de sua vida um inferno sem emprego, sem saúde, educação,  moradia, segurança?  Eleição não é brincadeira de criança: se não confia em ninguém, na hora de votar, não se porte como tolo: não dê força a quem quer destruí-lo:  vote nulo.






Barão da Mata

domingo, 12 de junho de 2016

TEM GENTE QUE ATÉ EM SURUBA EXERCE O PODER

No meio do bacanal, de repente alguém acende a luz aos brados:
- Para tudo! Para tudo e vamos organizar esse troço!
Outro reclama:
- Essa não...
- Cala a boca e me deixa falar! - retruca o que ligara o interruptor.
Outra voz: 
- Essa não mesmo! Querer mandar numa suruba é demais!
- Você sabe com quem tá falando?!!! Eu sou uma autoridade!! Peraí, que já vou te mostrar! - e fica o autoritário a procurar algo, virando a cabeça de um lado pro outro: - Cadê minha valise com os documentos?  Vou te mostrar quem sou. - e dana a procurar, até que acha: - Sacanagem! Usar minha valise de travesseiro... - apontando um outro em decúbito dorsal sobre o qual uma mulher nua cavalgava.
- Pô... tava tão bom - o flagrado se justifica - E a mulher tava se acabando...
- Se acabando uma ova!  Exijo reverência e respeito!
- Mas aqui a gente tá se divertindo, aqui dentro é um bacanal...
- Não importa! Lá fora também é, e todo mundo respeita quem manda!
Um quinto se pronuncia:
- Não precisa documento, a gente respeita, mas pra que organizar...?
- Cala a boca! Minha ilustre bunda já ficou meia hora invadida por uma pi***a sem nenhuma expressão pública, e vocês ainda querem que eu não organize?!!!! Ainda suportei vinte minutos com uma ro*a na boca que quase me asfixiava a garganta e soltou uma p***a do pior paladar de po**a que já conheci!  Eu exijo respeito e reverência!!!!!!
- Tá bom, mas as meninas tão todas aí, paradas, esperando pela gente.  Em qual o senhor vai querer colocar a eminente pi***a?
- Quero aquela lourinha que tá ali no cantinho...
- Mas - o sexto reclama  - o senhor tá vendo que ela tá co'a mão nas minhas coisas pra transar comigo.
- Eu disse a lourinha e não importa se ela está com você!!!! - o arbitrário grita. - Você quer ser preso por desacato?!!!
- Tá bom, tá bom... desculpa... - e vira-se prá mulher: - Vai com ele, vai, amorzinho...
O primeiro de todos se queixa:
- O senhor aí, peladão, hierarquizando uma suruba,  é o fim da picada...
- Pela última vez!!!!!!- o totalitário dá um grito apavorante - Você quer ser preso por desacato?!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
O sujeito se acovarda, levanta as mãos:
- Não, não, de jeito nenhum, me perdoa..,
Todos se calam, e o líder exige, um ar triunfal no rosto:
- Só mais uma coisa.
- O quê? - uma morena pergunta.
- Nada mais de luz apagada por aqui.

Barão da Mata



domingo, 5 de junho de 2016

NÃO HÁ ESTADO DE DIREITO NO BRASIL

Uma autoridade colocou uma funcionária pública à disposição do órgão onde ambos trabalham, determinando que fosse verificado se o estatuto funcional previa punição para o ato que praticara.  O ato? Ofensa de forma genérica numa página de rede social à classe a que pertence a autoridade que a puniu.
Ações julgadas e transitadas em julgado são rejulgadas no mérito anos depois, banindo de vez do país a chamada segurança jurídica.
Minhas postagens no Google+ somem sistematicamente.  Um detalhe: todas criticavam Temer e seus (in)fiéis escudeiros.  Talvez por obra de algum fofoqueiro barato e desocupado muito afeito a isso que chamam de nova ordem política.  Mas não deixa de ser uma grave censura, um atentado à liberdade de expressão.
Nunca acreditei em Estado democrático de direito aqui nesta república, mas hoje ele está ainda mais ausente e raquítico do que no tempo do famigerado luopetismo.  Se o governo do PT já cerceava muitas liberdades, se Dilma dava sinais muito cristalinos de que pretendia governar despoticamente, a era Temer me parece igualmente pavorosa.
Não há porões, não há torturas (pelo menos ao que eu saiba), mas há uma ditadura em curso. Mas vivemos vigiados, tolhidos, espreitados. Se Temer não é centralizador, pior ainda:  o totalitarismo é praticado por muitos personagens.  
É a volta dos tempos de autoritarismo e obscurantismo vividos na ditadura militar. 

Barão da Mata


OS FUNKEIROS DA POLÍTICA

Perdoem-me a ignorância, mas não sabia que fora Marcelo Freixo quem apresentara  a lei estadual que transformou o "funk" em patrimônio cultural do Estado do Rio de Janeiro.  Agora tomo conhecimento de que Chico Alencar vai lutar para tornar o movimento  patrimônio cultural nacional.  Quero parabenizá-los, porque os arranjos e melodias dos funkeiros devem deixar Mílton Nascimento louco de inveja, fariam Tom Jobim sentir-se um submúsico; suas letras  levariam Fenando Brandt e Vinícius de Morais a desistirem de compor por puro sentimento de inferioridade; o feminismo contido nelas faria Betty Friedan descobrir-se, como se dizia em sua época, uma "porca chovinista". 
Dada a relevância da matéria defendida pelos dois políticos, quero aproveitar o momento para sugerir ao deputado Alencar que apresente projeto de lei para que seja reintroduzido o circunflexo nos hiatos terminados em "oo", como voo, ressoo, etc... Fundamentação da proposta:  profundamente arraigada à linguagem de nossas crianças, a expressão "chapeuzinho do vovô", como as estas chamavam o citado acento, também deve ser incorporada à nossa cultura.  Além do mais,  no inverno um vovô sem chapeuzinho pode perfeitamente pegar um resfriado que pode evoluir para gripe e levá-lo a óbito.   Se o  vovô for careca e viver em regiões tórridas como Rio e Piauí, pode ter graves queimaduras na calva.  
Demagogias como esta não me deixam esquecer que nasci e vivo no Brasil. Só aqui mesmo... Irmãos brasileiros, uni-vos em em prol de vossos idosos, por mais chapeuzinhos do vovô!

Barão da Mata





terça-feira, 31 de maio de 2016

MINHA SUGESTÃO PARA O MINISTÉRIO DA TRANSPARÊNCIA

O Brasil é mesmo um país insólito. No início dos anos 1980, a ditadura militar, na gestão de João Figueiredo, ao invés de determinar que cada ministério se encarregasse de reduzir seu excesso de burocracia, optou por criar o Ministério da Desburocratização, pasta encabeçada à época por Hélio Beltrão. Agora seguindo os mesmos passos, Temer prefere criar o Ministério da Transparência a exigir que seus ministros e assessores façam de seus históricos políticos um livro aberto à população.
Se nos parece que o presidente não foi muito feliz na ideia de criar a pasta, mais infeliz ainda foi na escolha do seu titular, Fabiano Silveira, que apareceu nas gravações de Sérgio Machado fazendo críticas à “pavorosa” operação Lava-Jato e ainda pediu demissão do cargo.
Diante da malsucedida nomeação realizada pelo mandatário, quero, como cidadão imbuído do mais alto civismo, sugerir a nomeação de Paola Oliveira, que não só nos proporcionaria uma transparência extremamente agradável, como também atenuaria a questão da presença de poucas mulheres no governo... sobretudo se se fizesse assessorar de notáveis como Juliana Paes, Viviane Araújo e outras beldades.

Barão da Mata




sexta-feira, 13 de maio de 2016

E AGORA, BRASIL?

Nada a comemorar com a ascensão de  Temer.  Apenas respirar aliviado com o afastamento de Dilma e rezar para que o conservadorismo cruel do presidente em exercício não traga a presidente afastada de volta.  Isto não quer dizer que os governos petistas não foram igualmente conservadores: eram confundidos  com socialistas por conta do populismo barato de esmolas.  Socialismo de verdade o mundo nunca viu: nunca passou de utopia.  Nada a fazer senão torcer para que Temer também sofra "impeachment" (no que não acredito), e Lula não tenha condições de concorrer em caso de haver novas eleições.   Vamos ter de nos atirar num devaneio?  Aponte  no momento um político digno de ocupar a cadeira do mais alto cargo do Brasil.  Ih, cacete(!), ficamos sem saída!  Vou acabar crendo em carma e deduzindo que o de nós, brasileiros (pqp!), é


muito ruim.

Barão da Mata

quinta-feira, 21 de abril de 2016

O LULOPETISMO É COMO O "CHAUVINISTA" QUE MATA A MULHER QUE O ABANDONA



O lulopetismo, através de Dilma e seus líderes e lacaios, tem ido muito além de todos os limites imagináveis para permanecer no poder.  Tentaram a destituição do ministro Augusto Nardes, do TCU, para evitar que fosse imputada à presidente a culpa pelas chamadas "pedaladas fiscais",  transformaram o Estado num grande balcão de negócios, loteando os ministérios numa vã tentativa de que a Câmara dos Deputados não desse encaminhamento ao pedido de "impeachment",  tiraram do foco o conteúdo da gravação das conversas entre a mandatária e Lula  e tornaram objeto de polêmica e condenação a divulgação das gravações pelo juiz Sérgio Moro.  Tarso Genro perguntou a Roberto D'Ávila o que era preferível entre uma guerra civil e um acordo de "governabilidade".   A chefe do Governo já proferiu inúmeros discursos agressivos, houve um sem-número de ameaças veladas de adotar a força para manter o partido governista no Planalto, dentre as quais destaco a do ex-presidente, que disse que somente sua pessoa poderia incendiar o país, assim como Nero incendiou Roma.   
Teria mesmo o nosso "amado" ex-presidente querido equiparar-se ao imperador romano?  Se sim, vamos lá: Nero morria de medo da mãe, que chegara a oferecer-se a ele para que não se divorciasse de Otávia, mandou matar Agripina, a genitora,  e, ao vê-la morta e nua, comentou: "Vejam só! Jamais eu percebera que tinha uma mãe tão bela!" ("História de Roma", Indro Montanelli, IBRASA, 1966).   Mais: após incendiar Roma, quis matar-se e, não tendo coragem, pediu que um militar enfiasse-lhe a lança, observando antes do golpe fatal: "Ah! Que grande artista o mundo vai perder!"  
Na vaidade e em achar-se o máximo, sem sombra de dúvida, nosso personagem é realmente muito parecido com o imperador.  Muito embora eu o ache bastante mais próximo de Antônio Conselheiro, que,  sem  nada de marcante na própria biografia, resolveu travestir-se de profeta (segundo Euclydes da Cunha, em "Os Sertões", tão louco quanto qualquer profeta bíblico) e de fazer-se seguir por uma legião de aventureiros e indigentes, invadindo uma fazenda que transformou num arraial que ganhou ares de cidade por sua numericamente imensa população e hoje conhecemos como Canudos, que rebelou-se contra a União porque seu líder se contrapunha à implantação da república no Brasil.  Podemos entretanto diferenciar Antônio Conselheiro do petista no ponto em que o primeiro não aspirava a riquezas e, para provar que era um abnegado missionário, dormia sobre tábuas e nas condições mais desconfortáveis imagináveis, ao contrário do ex-presidente, que  sempre fez questão de viver no fausto, numa verdadeira vida de nababo.  A analogia entre ambos está nos discursos inflamados de  Lula, na seperação do Brasil entre "nós" e "eles" ,  nas verdadeiras ameaças veladas que vejo em seus discursos, na presença ostensiva de líderes dos sem-terra e nas falas ameaçadoras de Vágner Freitas, convertido em Recruta Zero brasileiro, ameaçando pegar em armas na hipótese da queda da presidente Lula  a meu ver é  um elo perdido entre Nero e Antônio Conselheiro.
Como não bastassem todas as ameaças e os exaustivos recursos ao STF para evitar o "impeachment", Dilma lança agora um alerta máximo à comunidade internacional, acusando as instituições políticas e jurídicas e a própria sociedade nacional de estarem processando um golpe político para retirar o seu (des)governo no poder.  O gesto encerra um intento de permanecer no comando do país a qualquer custo, e uma parte destes custos é a desmoralização (ainda maior) do Brasil ante os países estrangeiros.  Todos estes expedientes nos fazem ver que o lulopetismo está disposto a destruir e esfrangalhar o país se não mais detiver o comando da nação.  Está para o Brasil assim como o amante violento e possessivo para a mulher amada ao saber que esta não o quer mais:  resolve matá-la após proferir a clássica e maldita frase: "Se você não vai  ser minha, não vai ser então de mais ninguém." 

Barão da Mata

sexta-feira, 25 de março de 2016

O que é mais devastador para um país? Um tsunâmi ou o lulopetismo?

Barão da Mata

O GOVERNO JÁ DEU GOLPE, SÓ NÃO VÊ QUEM NÃO QUER

Em agosto de 2015, publiquei aqui que, se Dilma não sofresse impeachment, daria golpe http://pensadoresdebirosca.blogspot.com.br/search?q=VAI+DAR+GOLPE.  Não tenho sombra de dúvida de que acertei em cheio: o golpe já aconteceu, só não vê quem não quer.   Os últimos episódios envolvendo Lula e o Juiz Sérgio Moro deixam isto bem claro.  Houve uma inversão de papéis: o ministro Teori Zavascki transformou o investigado em vítima e o magistrado em réu, e uma série de retaliações ainda virá contra Moro.  Este exemplo, por si só, faz saltar aos olhos que já vivemos um regime de exceção, ainda não exercido plenamente porque o governo ainda está na defensiva e sem tempo para respirar, às voltas com um processo de impedimento ainda a ser votado no Congresso.  Processo este que, se não for barrado ainda na Câmara, com absoluta certeza não vingará no Senado, onde às vezes tenho a impressão de que Renan Calheiros é votante único, porque lá só acontece o que o chefe quer.
A própria docilidade do Congresso e do STF já expõe com perfeita nitidez que não há mais autonomia entre os poderes nem segurança jurídica. Eu próprio fui um dos autores de ação plúrima que, após ganha e com mais de um ano de trânsito em julgado, já na fase de execução, foi rejulgada de forma que mudou a decisão no mérito.  Assim, quando falo em inexistência de segurança jurídica, faço-o fundando em fatos realíssimos!  O Brasil tem um poder único: o executivo. Os outros dois existem para homologar e legitimar as decisões de Lula, cercado de imunidade e eternizado como governante, e Dilma. 
Após ser decidida a permanência da presidente, aí , sim, o governo partirá para a ofensiva, e aí começarão as prisões, as perseguições políticas, a assunção de que o Brasil está a milhões de anos-luz de ser um país democrático: porque ainda em campanha a então candidata Roussef prometeu ao seu eleitorado e à militância uma lei de regulação da imprensa.  Só não tomou medidas castradoras das liberdades porque seu segundo governo faz água desde o primeiro dia.
Por isto é com muita propriedade que afirmo que o Brasil é uma república autocrática bem nos moldes das latinoamericanas e africanas mais autoritárias e retrógradas, onde a Constituição e a legislação como um todo não têm a menor importância, e a cidadania está extremamente longe de existir.  Prova disto é que nos próximos dias veremos estarrecidos a vontade de mais de oitenta por cento da população ser desrespeitada no Congresso Nacional. 

Barão da Mata

quarta-feira, 23 de março de 2016

.

O Brasil é a capital mundial da canalhice e do banditismo coberto de títulos e honrarias. É o maior celeiro de crápulas do mundo!

Barão da Mata

.

O Brasil apequenou-se e se aviltou.  O país é só um feudo desse sujeito aí, ó!
Barão da Mata

terça-feira, 22 de março de 2016

A ESPERANÇA MORREU: O MINISTRO DO STF, TEORI ZAVASCKI, DECIDIU QUE LULA SÓ PODE SER INVESTIGADO PELO STF E DÁ AO JUIZ SÉRGIO MORO DEZ DIAS PARA SE EXPLICAR SOBRE SUA CONDUTA CONTRA O "GRANDIOSO". DILMA FICA, E EM 2018 LULA SE ELEGE PRESIDENTE

A ESPERANÇA MORREU:  O MINISTRO DO STF, TEORI ZAVASCKI, DECIDIU QUE LULA SÓ PODE SER INVESTIGADO PELO STF E DÁ AO JUIZ SÉRGIO MORO DEZ DIAS PARA SE EXPLICAR SOBRE SUA CONDUTA CONTRA O "GRANDIOSO". DILMA FICA, E EM 2018 LULA SE ELEGE PRESIDENTE.

Sem mais comentários

Barão da Mata

sábado, 19 de março de 2016

DR. ARNALDO CABEÇA E A FOBIA DE MOURO


SR. LUIZ POLVO MADRESSILVA -  Tenho tido uns pesadelos estranhos.  Sonho sempre que um guerreiro mouro está tentando me enlaçar numas correntes de ferro, enquanto fujo desesperadamente.  Nos sonhos uma senhora vem ao meu socorro: uma senhora de cara zangada e que fala muito alto, como se fosse uma cantora de bingo.  Essa moça manda um homem me entregar um pergaminho, e esse pergaminho me garantiria entrar numa casa que a moça aponta gritando: "Corre pr'essa casa, que essa casa se viu!"
Lá eu estaria a salvo do mouro, pois a tal casa teria uma passagem que me colocaria entre uns homens que penso que seriam muito bondosos comigo.  Chego a ouvi-los dizendo: "Você é um inocente perseguido por esse  mouro malvado!".
O grande problema porém é que, antes de eu conseguir entrar na casa, um monte de gente atira um monte de pergaminhos pra todos os lados, e outros homens pegam esses pergaminhos,  uns me empurrando pro alcance do  mouro mau, outros me dando a mão e me impusinando prá tal casa que já muitas vezes se viu
Agora, o grande problema é que acabei ficando traumatizado.  Hoje, tenho verdadeiro pavor de mouro! O que o senhor acha, Dr. Arnaldo Cabeça?


DR. ARNALDO CABEÇA - Esse sonho insistente denota um forte sentimento de culpa, talvez decorrente de algumas peraltices cometidas na infância ou até mesmo do fato de o senhor sentir-se muito acima de tudo e de todos.  Ora,  se a vaidade é para alguns um vício, não se esqueça  de que ela pode também ajudar na condução ao sucesso, através do patamar em que fica sua autoestima.  Sendo assim, sugiro que sempre pense elevado, que no foro das ideias seja sempre supremo e sinta-se privilegiado, e aí verá que abrirá caminho para o sucesso e a felicidade.


Barão da Mata


O ABNEGADO LUÍS INACIO

Só  se  for por estar por aí abrindo mão de patrimônio.  Por outro lado,  ao pretender e ao se permitir ser 'salvo'' com a nomeação  por ministro,  Luis  Inácio põe seus interesses acima do governo e do próprio país.  Assim, compromete  diretamente a presidente,  contra a qual, oficialmente, até agora, só existiam acusações de pedaladas fiscais. Não sei se exigiu esta lealdade, mas certamente, seu ego impediu que agisse com o desprendimento que alguns de seus colegas,  especialmente José Dirceu, demonstraram tempos atrás, em nome do objetivo maior, ao caírem silentes, mesmo que abandonados pelo então poderoso Luis Inácio. Não sei se devemos agradecê-lo, mas o Impeachment será culpa dele.

Leônidas Falcão 

sexta-feira, 18 de março de 2016

LULA, O "ANJO PACIFISTA"



Barão da Mata

O PT ACABOU POR TORNAR-SE O MAIOR CABO-ELEITORAL DO PSDB

Primeiramente me vejo na obrigação de esclarecer (mais uma vez) que fui socialista e hoje não tenho ideologia nenhuma ou tampouco credo político de qualquer tipo. Porque o socialismo nunca foi praticado em tempo algum, em qualquer parte do mundo. Nem mesmo na extinta União Soviética. Em outras palavras, jamais num país a estatização dos meios de produção somou-se a uma justa distribuição de renda, sem privilégios e regalias para poucos. De modo que, como o homem não é justo, é impossível praticar um sistema sócio-econômico justo, o que faz do socialismo uma verdadeira utopia, na acepção mais plena da palavra. Ademais a condição de petista há muitos anos arrependido me deu liberdade e discernimento bastantes para entender que ideologias e doutrinas, quer religiosas como políticas ou de qualquer outra natureza, limitam o pensamento, colocando-o num corredor estreito de pouca visibilidade e perspectiva.
Pronto! Elucidada minha isenção ideológica (não política), confesso que minha desilusão com as chamadas esquerdas não me tornaram nenhum admirador ou entusiasta do capitalismo, porque, apesar de reconhecer que a engrenagem econômica mundial leva obrigatoriamente a ele e à economia de mercado, defendo que todo governo tem antes de tudo um papel social, devendo garantir às criaturas  o bem-estar, emprego, salário digno, saúde, educação, habitação, segurança, ainda que para isto tenha de reduzir os lucros empresariais e sobrecarregar de impostos os ricos, os banqueiros e os grandes empresários como eles.
Muito embora meu discurso mais pareça, apesar de pobre em seu quantitativo de ideias,  um arremedo de doutrina , estou muito distante de ter tal pretensão, porque meu pensamento é livre e não pétreo como os encontrados em qualquer corpo doutrinário. Embora tenha-me estendido por demais, não quis mais do que deixar claro meu perfil político antes de observar que o embuste do PT foi tão nocivo ao país, que daqui para diante o eleitorado brasileiro mostrará verdadeiro pavor só de ouvir falar em justiça social, distribuição de renda, redução de lucros, infraestrutura e coisas parecidas. O que será um equívoco, porque o partido do governo só e muito somente fingiu defender estas bandeiras para obter e permanecer no poder, tendo levado o país à bancarrota em virtude de inúmeros episódios de corrupção e má gestão dos recursos públicos. Na área social não foi além do assistencialismo populista que bem caracteriza os governos do mesmo gênero, como Moralez, Maduro, etc....
Embora o socialismo seja uma utopia, é possível que entre os políticos que vendem a imagem de socialistas haja alguns realmente progressistas e voltados para o bem-estar da população; apesar de tais pessoas terem consciência de que jamais implantariam por aqui o impossível socialismo.  Mas podem ter de fato uma posição progressista,  ao contrário dos conservadores como os políticos do DEM, do PSDB, do PMDB, do PT, sim, que apenas se traveste de preocupado com o progresso social enquanto preserva os interesses dos banqueiros e demagogicamente distribui esmolas. Abre uma perspectiva para que consigamos imaginar como seriam os governos do PC do B, PSB, PDT e outros igualmente enganadores. Não adianta o PSB deixar a base aliada como deixou nestes dias, porque sua cara já ficou bem conhecida por quem tem a mais parca noção de política. Adesista de primeira hora, é lento para saber o momento de abandonar o barco.
O mais curioso de tudo isto é que o PT e as outras pseudoesquerdas, por seus desmandos e envolvimentos em casos de corrupção, por sua consequente falta de credibilidade a contaminar todas as chamadas esquerdas, se não der golpe para se perpetuar no poder, acaba por ironicamente ser o grande cabo-eleitoral do conservadorismo nacional.  

Barão da Mata

quarta-feira, 16 de março de 2016

INDIGNAÇÃO

Ainda indignada...
Como cantava Elis Regina: " A vida se repete na estação"...
Essa é a sensação que tenho hoje.
Sabe aquele papo de que a vida são ciclos que sempre se repetem?
Começo a acreditar...
Brasil, um país que ao ser descoberto era sinônimo de castigo, que foi povoado por ladrões e assassinos, mais de 500 anos depois repete esse ciclo. Ou seja, eu e outras pessoas dignas sendo castigadas pelos criminosos no governo. Filosófico, não?!
Neste momento gostaria muito de ser parte da "elite branca" que os petistas tanto falam, para ter dinheiro e disponibilidade de horário para ir até Brasília, ficar gritando o que penso na porta do Congresso. Mas sou apenas uma cidadã que precisa trabalhar todos os dias para garantir seu sustento...
Nesse momento lembro do slogan da primeira campanha vitoriosa de Lula (A esperança venceu o medo!) e faço tais palavras minhas, pois tenho a esperança de que todos sejam presos e muito medo que tudo acabe em pizza. Espero poder dizer em breve que a esperança venceu o medo!
Ahhh! Se o povo tivesse dado ouvidos ao Serra e a Regina Duarte naquela época... Não estaríamos passando por isso agora.
Mas nunca é tarde para se arrepender!
Só por curiosidade Lula, Dilma e companhia já ouviram Gonzaguinha?

a gente não tem cara de panaca
a gente não tem jeito de babaca
a gente não está com a bunda exposta na janela pra passar a mão nela"

terça-feira, 15 de março de 2016

AOS PETISTAS - MANIFESTAÇÃO DIA 13

Hoje passei o dia indignada!
Desde ontem, essa notícia me causou profunda ojeriza!
Primeiro preciso dizer à Jandira (e a quem mais disse que a manifestação de domingo foi composta pela "elite"): Você pensa isso porque a maioria dos entrevistados tinha nível superior? Que contradição! Nas épocas de eleição, tanto o seu discurso quanto o do Lula e da Dilma era de "popularizar" a educação, ou seja, qualquer pessoa, de qualquer origem, seja por conta de cota ou não teria mais oportunidades de concluir o nível superior. E isso ocorreu! Parabéns ao governo!
Mas você também deve saber que a vida desses pessoas não mudou grande coisa pelo fato de terem um diploma.
Com ou sem diploma, é absurda a quantidade de brasileiros desempregados - desemprego esse causado pela crise decorrente da corrupção e da sucessão de crimes do governo.
Essas pessoas, extremamente descontentes e frustradas, tem um diploma nas mãos, mas não tem emprego, se movimentam pelas cidades num transporte público imundo e fedorento, isso é ser da "elite"?
Vejo que hoje o arrependimento bateu, não?
Não pensavam,provavelmente, que o povo brasileiro iria pensar...
Quanto preconceito! Você desmerece os manifestantes porque a manifestação no RJ ocorreu em Copacabana? Quer dizer que pobre insatisfeito não pode estar neste bairro para se expressar?
Em qual bairro você reside? Você tem menos credibilidade por isso?
Se a questão é o local, peço aos organizadores do movimento, que façam mais uma manifestação por conta da notícia abaixo num bairro menos privilegiado.
Fica bom pra você se for na Pavuna (bem longe de Copacabana, última estação do metrô ou primeira dependendo de onde você vem)? De repente, pode ser feita em outro município, no que tiver o pior IDH do estado. Isso validaria a insatisfação das pessoas?
Uma coisa é obvia e meus pais me ensinaram desde criança: não pegue o que não é seu!
Naquela época, eu só sabia que pegar o que não era meu era errado, que não poderia fazê-lo ou minha mãe brigaria comigo.
Hoje, eu sei que além de errado, é falta de caráter, é crime! E por essa razão as pessoas estão nas ruas!
Pelo visto, muitos pais ensinaram isso aos seus filhos. Aqui no RJ, no mínimo, 1 milhão deles!
Quanto aos apoiadores da situação que andam por aí cometendo crimes, pichando muros, escrevendo "não haverá golpe" a favor da Dilma e do PT, vocês sabem o que é golpe?
Basicamente, golpe é a tomada do poder por um grupo político SEM APOIO POPULAR.
Alguma semelhança ao que acontece hoje?!
Não haverá golpe porque já está havendo, pelo Lula, pelo PT e etc. Já que claramente as medidas tomadas NÃO tem apoio popular.
Dizer que o Lula vai integrar o governo para melhorar a crise chega a ser a piada do ano! Vocês acham que as pessoas não lêem jornal? No dia em que ele foi conduzido a prestar depoimento as ações da Petrobrás subiram 16% e o dólar caiu!
Acho que a cada corrupto preso a crise vai melhorando, até terminar. Capaz do BIP subir 50%!
Desejo com todas as minhas forças que o judiciário e o Juiz Moro sejam mais rápidos que a articulação do governo, que é somente para garantir foro privilegiado ao Lula e que essa celeridade judiciária venha acompanhada de um mandado de prisão!
Para quem se vende por esmola de bolsa família, do minha casa minha vida, eu gostaria de lembrar que esse cara "bonzinho", "pai dos pobres" fez pouco caso ao falar de um apartamento de 220 metros quadrados, dizendo que era pequeno, que se parecia com minha casa minha vida... O tempo passa e as pessoas se esquecem de onde vieram...
Se você não sabe o tamanho de 220 metros quadrados, pegue a sua casa e multiplique por pelo menos 4 ( considerando que os imóveis hoje tem no máximo 50 metros quadrados).
Eu que venho de uma família pobre, que consegui ter meu diploma, minha casa e garantir meu sustento, aprendi que tendo foco, objetivo e força é que a vida melhora.
Nada de roubar ou receber esmola!
Escrever isso não faz com que a minha indignação passe, mas, de repente, mais gente compartilha esse sentimento...